GOVERNO DA PARAIBA




> NOTÍCIA


Publicado em 15/05/2015 13h40

Paraibano é preso por matar pai e filha

De acordo com a investigação, o inquilino, o confeiteiro José Lindomar dos Santos, de 38 anos, alegou que discutiu com os locadores porque devia o dinheiro do aluguel a eles.

Ouça o áudio:  Paraibano é preso por matar pai e filha

Imagem da internet

A Polícia Civil prendeu na última quarta-feira (13) um homem suspeito de matar e roubar os locadores de seu imóvel, um pai e uma filha, dentro da casa das vítimas em São Caetano do Sul, no ABC, na última sexta-feira (8). A informação foi confirmada nesta quinta-feira (14) pela assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

De acordo com a investigação, o inquilino, o confeiteiro José Lindomar dos Santos, de 38 anos, alegou que discutiu com os locadores porque devia o dinheiro do aluguel a eles. Em seguida, os agrediu e fugiu com a bolsa da mulher, levando cartões e celular. Ele usou os cartões após o assassinato.

José Lindomar, que é da cidade de Conceição, localizada no Vale do Piancó, foi detido após confessar o crime durante depoimento no 3º Distrito Policial (DP) da cidade. A reportagem não conseguiu falar com o preso ou localizar seu advogado para comentarem o assunto. Os corpos do aposentado Eliseu Polo Paz, 78 anos, e da professora Carmen Lúcia Polo Paz, 47, foram encontrados por parentes, na segunda-feira (11), na casa onde eles moravam.

Câmeras de segurança gravaram o inquilino entrando e saindo da casa das vítimas. No sábado (9), outras câmeras filmaram ele sacando dinheiro com o cartão da professora em um caixa eletrônico no Terminal de Santo André, também na Grande São Paulo.

Os corpos estavam amarrados e apresentavam sinais de violência quando foram encontrados. Segundo peritos, eles teriam sido mortos a pancadas e por asfixia.

O aposentado era dono de cerca de dez imóveis em São Caetano do Sul e no interior de São Paulo. Ele tinha o costume de ir à casa dos inquilinos receber valor do aluguel ou os inquilinos iam a casa dele entregar o dinheiro. A filha dava aulas de Geografia numa escola. O caso foi registrado como latrocínio, roubo seguido de morte.

Fonte: Da internet
TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
COMENTÁRIOS
Bookmark and Share
WhatsApp TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.