governo 16.05.17




> NOTÍCIA


Publicado em 31/03/2015 12h49

Homem corta cabeça de namorada grávida e posta foto no Facebook

'Traição dá nisso. Mentiras, odeio', escreveu ele sobre a decapitação. Homem levou cabeça de adolescente a delegacia de SP, onde foi preso.

Ouça o áudio:  Homem corta cabeça de namorada grávida e posta foto no Facebook

Um crime bárbaro acontecido na comunidade de Pedreira, em São Paulo, ganhou detalhes ainda mais chocantes. Na última quinta-feira (26), José Ramos dos Santos, de 23 anos, decapitou a namorada Shirley Souza, de 16, que estava grávida de sete meses. No sábado, ele colocou a cabeça da adolescente dentro de uma mochila e se dirigiu a uma delegacia, onde confessou o crime.

Agora, descobriu-se que a brutalidade chegou de José Ramos chegou também às redes sociais: em seu perfil no Facebook (que já foi deletado), ele havia publicado uma foto da cabeça decepada de Shirley acompanhada da legenda “mim traiu na vespera de natal”, indicando que a motivação do crime teria sido uma suposta infidelidade.

Deixando tudo ainda mais macabro, José Ramos se identificava na rede social como “Zél Past Troubled” (algo como “Zél Passado Perturbado”). Como fotos de perfil e de capa, ele utilizava uma imagem de Jigsaw, o assassino dos filmes “Jogos Mortais” (acima).

Reprodução/Facebook

Um printscreen de uma conversa por inbox entre José Ramos e uma amiga de Shirley, também de 16 anos, foi divulgada pelo G1. Na troca de mensagens, quando indagado sobre o paradeiro da namorada, o criminoso responde que a matou, justificando que “ninguem mandou ela mim trair”.

Reprodução/Facebook

Ainda de acordo com o G1, uma amiga próxima de Shirley descreveu José Ramos dos Santos como “muito ciumento e doente”, tanto que ele havia proibido a vítima de manter um perfil no Facebook. Ainda, o assassino já havia agredido fisicamente a namorada, além de ter ameaçado cortar a cabeça dela “para que todos vissem”.

Detalhes cruéis do assassinato

José Ramos e Shirley se conheciam desde criança, pois o pai dele havia se casado com a mãe dela, até que os dois iniciaram um relacionamento amoroso.

Na noite do crime, eles haviam se encontrado na casa do irmão do rapaz, onde tiveram relações sexuais. Em seguida, José aplicou uma “gravata” em Shirley até deixá-la inconsciente, cortou a cabeça dela com uma faca de cozinha, enrolou seu corpo em um edredom e o escondeu atrás de um botijão de gás. Algum tempo depois, quando já se podia notar odor de decomposição, José levou o corpo da vítima para a rua.

Reprodução/Facebook

À polícia, José Ramos disse desconfiar de uma traição porque, pela data da última menstruação de Shirley, que estava anotada em uma carteirinha de saúde, a namorada teria engravidado enquanto eles estavam separados. Os vizinhos do casal não acreditam que ela tivesse sido infiel.

Fonte: Da internet
TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
COMENTÁRIOS
Bookmark and Share
WhatsApp TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.