Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O Palácio do Planalto trocou nesta sexta-feira o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Adriano Marcos Furtado.

Diz a Crusoé:

“A troca já era esperada nos bastidores, após o presidente Jair Bolsonaro reclamar de nota oficial emitida pela PRF lamentando a morte de um policial rodoviário federal por coronavírus no dia 21 de abril.”

No universo bolsonarista, ninguém pode lamentar as mortes por Covid-19.

 

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze − sete =