Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), firmou parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) para ampliar o diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19). A instituição vai montar laboratórios que serão referência em análise de exames. Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (8) foi definido o fluxo de testagem e o início das atividades.

De acordo com a reitora da UFPB, Margareth Diniz, a instituição está empenhada no enfrentamento ao coronavírus e por isso irá montar dois laboratórios de análise de exames do Covid-19 para ampliar a capacidade do Estado em testagem, além de agilizar o diagnóstico. “A UFPB tem expertise, tem equipamentos para viabilizar ações junto a SES. Então, Dr. Eduardo Sérgio, diretor do Centro de Ciências Médicas, e um grupo de professores e servidores técnico-administrativos estão trabalhando para que até a próxima semana os laboratórios comecem a funcionar. A reunião com o secretário de Saúde e sua equipe foi para definir o fluxo de funcionamento, atendendo às normas técnicas estabelecidas pelo Ministério da Saúde”, pontua.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, afirma que com a parceria realizada com a UFPB, o Estado vai conseguir ampliar o número de exames analisados por dia, diminuindo a demanda reprimida. A projeção inicial é para começar com a ampliação de 100 exames, podendo chegar a 120, na estrutura da instituição. Atualmente, a estrutura do Laboratório Central da Paraíba (Lacen-PB) tem capacidade para analisar 120 exames/dia.

“Então temos uma projeção aí de 240 exames analisados por dia pelo método PCR, que é a metodologia padrão ouro para diagnóstico do Covid-19. Além disso, a Secretaria de Estado da Saúde também está aguardando o recebimento dos testes rápidos que foram adquiridos no montante de 200 mil para que a gente consiga também fazer uma ampliação da triagem clínica junto à população”, explica.

O secretário destaca também que a SES, por meio do Lacen, buscou junto à Coordenação Geral dos Laboratórios o credenciamento da UFPB para que seja certificada como referência para análise do Covid-19. Ele pontua que esse cadastro será feito também na coordenação nacional.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × 3 =